sexta-feira, 13 de maio de 2016

13 de maio - Nossa Senhora de Fátima

13 DE MAIO DE 2016

99 ANOS DAS APARIÇÕES DE FÁTIMA

                                            Na Cova da Iria,

Apareceu brilhando
A Virgem Maria.

A Virgem Maria
Cercada de luz,
Nossa Mãe bendita
E Mãe de Jesus.

Foi aos pastorinhos,
Que a Virgem falou,
Desde então nas almas,
Nova luz brilhou.

Com doces palavras,
Mandou-nos rezar,
A Virgem Maria,
Para nos salvar.

Mas jamais esqueçam,
Nossos corações,
Que nos fez a Virgem,
Determinações.

Falou contra o luxo,
Contra o impudor,
De modestas modas,
De uso pecador.

Disse que a pureza,
Agrada a Jesus,
Disse que a luxúria,
Ao fogo conduz.

A treze de Outubro,
Foi o Seu adeus,
E a Virgem Maria,
Voltou para os céus.

 

À Pátria que é vossa,
Senhora dos Céus,
Dai honra, alegria
E a graça de Deus.

À Virgem bendita,
Cante seu louvor,
Toda a nossa terra,
Um hino de amor.

Todo o mundo A louve,
Para se salvar,
Desde o vale ao monte,
Desde o monte ao mar.

Ao peito sem mancha
Num doce clarão,
Maria nos mostra
O Seu Coração.

Do Seu Coração
Nos vem o penhor
De a terra deserta
Florir em amor.

Consagre-se o mundo
E espere que, um dia,
O salve um milagre
Da Virgem Maria.

Sigamos, rezando,
De terço na mão,
A santa Mensagem
De reparação.

                  Se é belo cobrirmos 
A Virgem de flores,
Mais belo é rezarmos
Pelos pecadores.

Deus manda os Seus Anjos
E em guarda nos traz.
O Anjo da Pátria
É o Anjo da Paz.

Olhemos o Papa
Que sofre e que chora.
Por ele imploremos
A Nossa Senhora.

A Igreja não morre
Mas tem de contar
Com almas ardentes
Que a saibam amar.

Ave, Virgem Santa,
Estrela que nos guia,
Ave, Mãe da Pátria.
Ó Virgem Maria!