segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Comentários Eleison - por Dom Williamson

Comentários Eleison - por Dom Williamson
CDXXX (480) - (24 de setembro de 2016): 


BELO QUEIJO


Quanto mais saborosa é a isca colocada no anzol por seus inimigos,    
Mais o pobre peixe se deixa enganar e os toma por amigos.


Na Austrália, há apenas um mês, o Superior Geral da Fraternidade São Pio X pintou um retrato radiante de sua – como ele espera – sujeição iminente da Fraternidade aos oficiais da Roma Conciliar. De um longo discurso, eis aqui algumas observações importantes que ele fez, resumidas ou citadas na íntegra (em itálico):

[. . . ] Roma está oferecendo-nos uma nova estrutura. À sua frente estará um bispo, escolhido pelo Papa de uma lista de três membros da Fraternidade, nomeados pela Fraternidade. Ele terá autoridade sobre os sacerdotes, sobre qualquer religioso que queira aderir à nova estrutura, e sobre os católicos que pertençam à nova estrutura. Estes terão um direito absoluto a receber dos sacerdotes da Fraternidade todos os sacramentos, incluindo o do matrimônio. Esse bispo estará capacitado para fundar escolas e seminários, para ordenar (padres), para estabelecer novas Congregações religiosas. A estrutura será como uma superdiocese, independente de todos os bispos locais. Em outras palavras, para vocês, fiéis, não haverá nenhuma mudança no que vocês já estão desfrutando com a Fraternidade. A única diferença será que vocês estarão reconhecidos oficialmente como católicos.

Vocês podem facilmente imaginar que haverá confrontos com os bispos locais. Então, teremos de ser prudentes, mas do modo como as coisas estão agora vocês não podem imaginar nada melhor do que essa oferta, que é de tal forma que vocês não podem achar que se trate de uma armadilha. Não é uma armadilha, e se alguém nos faz uma oferta assim só pode ser porque nos quer bem. Ele quer que a Tradição prospere e floresça dentro da Igreja. É impossível que uma oferta como essa possa vir de nossos inimigos.  Eles têm muitos outros modos de esmagar-nos, mas não dessa maneira [. . . ].

As observações aqui destacadas em negrito exigem comentários:

* Uma "nova estrutura" presumivelmente significa que a estrutura de Dom Lefebvre para a Fraternidade será, essencialmente, abandonada. Roma está criando uma entidade completamente nova. Adeus, querida FSSPX.

* Um "bispo escolhido pelo Papa" é extremamente importante. E o líder da "nova estrutura", será presumivelmente escolhido pelo Papa. Perguntem à Fraternidade São Pedro o que isso significa. Significou nos anos de 1990 que a sua própria eleição para Superior Geral foi sendo anulada por Roma, até que a própria eleição de Roma foi instalada à força (Padre. A. D.), para manter a São Pedro obediente.

* Note também como esse bispo estará capacitado a "ordenar (padres)", mas não bispos. Roma conservará assim o chicote à mão sobre a nova entidade.

* "Não haverá nenhuma mudança"? Mas é claro que haverá! Roma estará a partir de então no controle.

* "Vocês estarão reconhecidos oficialmente" – mas, que católico precisa de qualquer reconhecimento por tais destruidores da Igreja como o são seus oficiais neomodernistas atuais? Qualquer reconhecimento assim só pode ser um mau sinal.

* "Não é uma armadilha. . . "? Todo este parágrafo é verdadeiramente notável. O autor destes "Comentários" se sente obrigado a voltar-se para Mickey Mouse e para a sua amada companheira, Minnie Mouse, para comentar:

Mickey: Querida, você pode sentir esse cheiro de queijo delicioso que estou sentindo? Ah, olha, ali está!

Minnie: Mas Mickey, é uma ratoeira, armada pelo dono da casa para livrar-se de nós. Você não consegue ver isso?

Mickey: Não pode ser uma armadilha! Digo a você, se alguém nos oferece um queijo bom assim só pode ser porque nos deseja o bem. Está claro que ele quer que nós, os ratos, prosperemos e floresçamos dentro de sua casa.

Minnie (suplicando): Oh, querido, você não pode lembrar-se de quantos dos nossos primos morreram dessa maneira?

Mickey: Pela última vez, digo a você - e eu nunca me engano - é impossível que um queijo tão delicioso venha de nossos inimigos! Eles nunca poderiam esmagar-nos dessa maneira.

Minnie (com um profundo suspiro): Não há melhor maneira de esmagar-nos! E quantos mais de nossos amigos e parentes vão seguir a sua liderança? Oh, orgulho masculino!

Perdoem a frivolidade, queridos leitores - há razões para temer que estejamos lidando com uma verdadeira Disneylândia!

Kyrie eleison.