sexta-feira, 2 de junho de 2017

Meditação - Mês do Sagrado Coração de Jesus - 02º dia

Meditações - Mês do Sagrado Coração - 2º Dia

Objeto da devoção ao Sagrado Coração

   Para bem fazer conhecer o objeto desta devoção, cumpre-nos dizer que ele é duplo: espiritual e material. O objeto espiritual é o amor em que arde o Coração de Jesus Cristo para com os homens, atenta a circunstância de ser o amor sempre atribuído ao coração, como o atestam mutias passagens da Escritura: meu filho, dá-me teu coração (Prov. 23,26), meu coração, e minha carne exultaram no Deus vivo (Ps. 88.8), Ó Deus, sois o Deus de meu coração e minha herança para sempre (Ps 72,26), o amor divino foi difundido nos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado (Rom. 5,5).    O objeto material ou sensível é o Sagrado Coração de Jesus, não tomado só, mas unido a santa humanidade, e por conseguinte, a divina pessoa do Verbo.
    Duas razões urgem conosco para honrarmos este Coração material de Jesus: a primeira, é que o coração e uma das primeiras fontes e um dos primeiros orgãos da vida do homem; por que os fisiologistas dizem comunemente que o coração, ao qual se referem todas as artérias e todas as veias, e a fonte e o princípio da circulação do sangue, e por conseguinte, não há dúvida que as outras partes do corpo recebem movimento dele. Se, pois, o coração é uma das primeiras fontes da vida humana, é de estranhar que lhe caiba especial função nosafetos do homem? De feito, vê-se que a dor e o amor fazem muito mais impressão no cora­ção do que em qualquer outro orgão. Pelo que concerne em particular ao amor, lê-se na Vida de S. Felipe de Neri, que, nos ardores de seu amor para com Deus, o calor de seu coração se fazia sentir no seu peito, e que o Senhor separou miraculosamente as costelas do santo, a fim de dar a este coração abrasado mais espaço para mover-se. Santa Theresa refere que Deus enviou muitas vezes um anjo para lhe ferir o coração, e que ela ficava depois tão inflamada no amor divino, que entre ardores desfalecia.Mas há ainda outra razão que nos impele a honrar o Coração de carne do Verbo Humanado: a Igreja julgou bom venerar diversos instrumentos da Paixão de Jesus Christo, como a lança, os cravos, a coroa, os espinhos, e isto por que eles tocaram os membros do Salvador, que tiveram tormento particular na sua Paixão, não é por tanto, justo que honremos com especial culto o Sagrado Coração de Jesus Christo, que teve tão grande parte nos seus afetos e nas imensas dores que padeceu, a vista dos tormentos que lhe eram preparados, e da ingratidão que os homens iam opor a seu amor?O suor de sangue de Nosso Senhor no jardim das Oliveiras, não se pode explicar senão por um violento aperto do coração, que parou o curso do sangue e o forçou a derramar-se fora; e este aperto do coração provinha certamente das penas interiores de temor, desgostos e tristeza, que Jesus sofreu, segundo a narração dos Evangelistas: Ele começou a experimentar o temor e desgosto, a tristeza e aflição. 


PráticaVou colocar num lugar de honra na minha a casa a imagem do Sagrado Coração de Jesus ; este Coração divino será d'ora em diante meu Rei, meu Summo Bem, o objeto de todos os meus afetos. Consagrar-lhe-hei minha pessoa, minha família, tudo o que me pertence. 


Afetos e Súplicas
Meu Jesus, Redentor e Deus meu, já que para conhecer e honrar vosso Coração Sagrado, vós me haveis preferido a tantos outros que não conhecem e não honram, justíssimo é que eu vos prefira ao mundo inteiro. Vós vos destes todo a mim; justo é que eu me dê todo a vós e sejais o único objeto de meu amor.
Sim, meu Jesus, eu vos amo sobre todas as coisas e só a vós quero amar; vós vos destes a mim sem reservas, a vós me dou sem reserva. Aceitai-me, eu vos rogo, e não desdenheis o amor de meu coração ainda que ele tenha outrora amado as criaturas e até as tenha preferido a vós, soberano Bem. Aceitai-me e considerai-me: sem vosso socorro não posso fazer mais que trair-vos; pois que me escolhestes para vos amar; fazei que eu vos seja fiel e reconhecido. Ó belas chamas que correis do Coração de Jesus, abrasai-me e destruí em meu coração todos os afetos que não são para Jesus; fazei que eu não viva mais senão para amar este amável Salvador, que quis dar a vida para ser amado de mim. Ó Maria, Mãe de Deus, vós sois não somente minha Rainha, mas ainda minha Mãe; já que os dignastes, por vossa intercessão, unir-me ao Coração de Jesus, socorrei-me agora e não me abandoneis jamais, para que minha vida e minha morte sejam dignas dum discípulo deste Coração Divino.

Oração Jaculatória.
O' Coração de Jesus , fazei que eu seja todo para vós, como sois todo para mim..