sábado, 7 de outubro de 2017

Nossa Senhora do Rosário - 07 de Outubro

 Saltério de Maria 

 Desde quando São Domingos estabeleceu a devoção do Santo Rosário até ao tempo em que o Bem-aventurado Alano de la Roche o restabeleceu em 1460, ele foi chamado de O Saltério de JESUS e Maria. Isto é devido ao fato dele possuir o mesmo número de Saudações Angelicais (Ave Marias) como os 150 Salmos de Davi. Já que pessoas simples de educação formal não conseguem rezar os Salmos de Davi, o Rosário é considerado tão proveitoso a elas como o Saltério de Davi é para outros.
 Contudo o Rosário pode ser considerado até mais valioso que os Salmos por três razões;
 1- Primeiramente, porque o Saltério Angélico possui um fruto mais nobre, a saber, o Verbo Encarnado, a quem o Saltério Davídico somente o profetiza;
 2- Em segundo lugar, assim como a realidade é mais importante do que a prefiguração, e o corpo é mais importante que uma sombra, da mesma forma o Saltério de Nossa Senhora é mais grandioso que o Saltério de Davi que nada mais fez que prefigura-lo;
3- E em terceiro lugar, por ser o Saltério de Nossa Senhora (ou o Rosário composto de PAI Nossos e Ave Marias) é uma obra direta da SANTÍSSIMA TRINDADE e não foi feito através de um instrumento humano.

 O Saltério de Nossa Senhora ou o Rosário é divido em três partes de cinco dezenas cada, por três razões especiais:
 1ª - Honrar as três Pessoas da SANTÍSSIMA TRINDADE;
 2ª - Honrar a vida, morte e glória de JESUS CRISTO (e de Maria)
 3ª – Imitar a Igreja Triunfante, ajudar os membros da Igreja Militante e diminuir as dores da Igreja sofredora.
 4ª – Imitar os três grupos nos quais os Salmos são divididos:
 a) O primeiro sendo para a vida purgativa;
 b) O segundo para a vida iluminativa
 c) O terceiro para a vida unificativa
5ª – E, finalmente, nos dar graças em abundância durante nossa vida, paz na morte, e glória na eternidade.


A Coroa de Rosas

     Desde que o Bem-aventurado Alano de la Roche restabeleceu esta devoção, a voz povo que é a voz de DEUS, o chamou de O Rosário. A palavra rosário quer dizer “coroa de rosas”, vindo a ser: toda vez que o povo reza o Rosário de maneira devota eles colocam uma coroa de cento e cinquenta e três rosas vermelhas (cor de rosa) e dezesseis rosas brancas nas cabeças de JESUS e Maria. Por se tratarem de rosas celestiais, estas rosas nunca murcham, nem perdem sua fragrância e delicada beleza. Nossa Senhora mostrou sua total aprovação do nome de Rosário. Ela revelou a várias pessoas que cada vez que elas rezam uma Ave Maria, elas lhe dão uma linda rosa e que a cada Rosário completo uma coroa de rosas.
      O conhecido Jesuíta, Irmão Alfonso Rodriguez, tinha por costume rezar seu Rosário com tanto fervor que ele estava habituado a ver rosas brancas saírem de sua boca a cada PAI Nosso e uma rosa vermelha a cada Ave Maria. As rosas vermelhas e brancas são iguais beleza e fragrância, tendo por única diferença a cor. As crônicas de São Francisco nos dizem que um jovem frade tinha um costume louvável de rezar o Rosário de Nossa Senhora diariamente antes do jantar. Um dia, não se sabe porquê, deixou de rezar. O sino do refeitório já havia tocado quando ele pediu ao superior permissão para rezar antes de ir à mesa, e tendo obtido a permissão recolheu-se à sua cela para rezar. Após um longo tempo que se retirara, o Superior enviou outro frade para chamá-lo, e este o encontrou em ser quarto banhado por uma luz celestial a olhar Nossa Senhora que tinha dois Anjos consigo. Lindas rosar saíam de sua boca a cada Ave Maria; os Anjos as recolhiam uma a uma, colocando-as na cabeça de Nossa Senhora, e ela sorridente as aceitava. Finalmente, dois outros frades que foram enviados a fim de saber o que acontecia aos dois primeiros também puderam ver a mesma bela e admirável cena, e Nossa Senhora não se retirou até que o Rosário fosse rezado completamente. O Rosário completo é, pois, uma grande coroa de rosas e o Terço de cinco dezenas é uma pequena coroa de flores ou uma pequena coroa de rosas celestiais que colocamos nas cabeças de JESUS e Maria.
     A rosa é a rainha das flores, e o Rosário, depois da Santa Missa é a melhor das devoções


O Bem-aventurado Alano de La Roche disse:

“Quem te ama, ó excelsa Maria, leia isto e extasie-se: 
Quando eu rezo a Ave Maria, 
a corte celestial se regozija, 
a Terra se perde em admiração, 
eu esqueço o Mundo 
e meu coração transborda do amor de DEUS. 
Quando eu rezo a Ave Maria; 
todos os temores se dissipam 
e minhas paixões se apaziguam. 
Se eu rezo a Ave Maria; 
a devoção cresce dentro de mim 
e desperta a contrição pelo pecado.
Quando eu rezo a Ave Maria, 
a esperança fica forte em meu peito, 
e o frescor da consolação inunda minha alma mais e mais, 
porque eu rezo a Ave Maria. 
Meu espírito se regozija,
 a tristeza vai embora quando eu rezo a Ave Maria. 

Porque a doçura desta suavíssima saudação é tão grande que não há termos adequados para explicá-la devidamente e, depois de haver dito dela maravilhas, todavia ainda a achamos tão cheia de mistério e tão imensa que sua profundidade é impossível de ser compreendida. É curta em palavras, mas grande em mistérios. É mais doce que o mel e mais preciosa que o ouro. Devemos tê-la frequentemente no coração para meditá-la e na boca para rezá-la devotamente.”


A Ave Maria – Breve Explicação 


Você está num estado miserável do pecado? Pois então chame a Maria1 e diga-lhe: Ave! Que vem a ser “Eu vos saúdo com o mais profundo respeito, pois vós sois sem pecado” e ela livrá-lo-á do mal de seus pecados. ”...a palavra divino pode ser usada sem atribuir a ela a natureza da divindade da pessoa ou coisas assim classificada. Falamos de nossas próprias orações, ora dirigidas a DEUS ou aos Seus santos, como um serviço divino. O Salmista fala de todos nós como deuses e filhos do Altíssimo; e ninguém fica ofendido por tal expressão, porque o sentido dado às palavras pronunciadas é compreensível. Maria pode ser chamada divina por ter sido divinamente escolhida para o ofício de Mãe” de uma Pessoa divina, JESUS CRISTO (Cardeal Vaughan, prefácio às “Verdadeira Devoções à Santíssima Virgem Maria” escrito por São Luiz de Montfort).
Você está envolto na escuridão da ignorância e do erro? Vá a Maria e diga-lhe: Ave Maria” Que vem a ser “Iluminada com os raios do sol da justiça” – e ela lhe dará um pouco de sua luz.
Caminha extraviado, fora do caminho que leva aos Céus? Pois então, chame a Maria, porque seu nome significa “Estrela do Mar, Estrela Polar que os navios de nossas almas durante a jornada desta vida,” e ela lhe guiará ao porto da salvação eterna.
Você esta triste? Recorra à Maria, pois seu nome significa também “Mar de amarguras que a encheu com cortante dor neste Mundo, mas com a qual tornou-se em mar da mais pura alegria no Céu” e ela transformará sua tristeza em alegria e sua aflição em paz.
Você perdeu o estado de graça? Louve e honre as inumeráveis graças com que DEUS encheu a Virgem Maria, e diga-lhe “Sois cheia de graça e cheia dos dons do ESPÍRITO SANTO” e ela lhe dará algumas destas graças. Se sente só, tendo perdido a proteção de DEUS; Reze a Maria, diga-lhe: “O SENHOR é convosco,” e esta nobilíssima e mais íntima que aquela que Ele tem com os santos e os justos, pois vós sois uma com Ele. Sendo Ele vosso FILHO e Carne de Sua Carne; estais unida ao SENHOR por causa da perfeita semelhança com ELE e pelo vosso amor mútuo, por serdes Sua Mãe. E depois diga a ela: “A SANTÍSSIMA TRINDADE é convosco porque vós sois o Seu Tempo”, e ela lhe colocará mais uma vez debaixo da proteção e cuidado do DEUS Todo-Poderoso.
Você se tornou um foragido e tem sentido a justiça de DEUS pesar? Então diga a Nossa Senhora: “Bendita sois vós entre todas as mulheres e sobre todas as nações, por vossa pureza e fertilidade; tornastes as maldições divinas em bênçãos para nós,” e ela o abençoará.
Sente fome pelo pão da graça e pão da vida? Ajoelhe-se próximo a ela que deu a vida ao Pão Vivo que desceu do Céu, e diga a ela: “Bendito É o fruto de vosso ventre que concebestes sem a mínima perda de vossa virgindade, que carregastes sem desconforto Aquele a quem destes à luz sem dor. Bendito seja JESUS que redimiu nosso Mundo sofredor enquanto estávamos presos às cadeias do pecado, que curou o Mundo de sua doença, que tem ressuscitado os mortos para a vida, que trouxe para casa o que lhe fora banido, salvou os homens da condenação.” Sem dúvida sua alma estará cheia do pão da graça nesta vida e de glória eterna na próxima. Amém.

Então, ao fim de sua oração, reze assim como a Santa Madre Igreja:
“Santa Maria Santa de corpo e alma,
Santa por causa de vossa incomparável abnegação no serviço de DEUS.
Santa em vossa nobreza exuberante de Mãe de Deus, q
ue O contemplastes com perfeita santidade,
da mais alta dignidade.
 Mãe de Deus e nossa Mãe,
Transbordante das graças de DEUS,
de Quem sois a tesoureira, e que as dispensais para nós.
Obtende para nós, sem demora,
o perdão de nossos pecados,
e dai-nos a graça de sermos reconciliados,
com a infinita Majestade de DEUS.
Rogai por nós pecadores,
Vós que sempre sois cheia de compaixão pelos necessitados.
Que nunca desprezais os pecadores,
volvei a eles, pois sem eles nunca seríeis a Mãe do REDENTOR
Rogai por nós agora,
durante esta vida curta,
 tão cheia de tristeza,
de sofrimento e incertezas.
Rogai por nós agora,
Agora, porque não temos certeza de nada,
a não ser o momento presente.
Rogai por nós agora,
porque estamos sendo atacados dia e noite por poderosos e cruéis inimigos...
Rogai por nós agora e na hora da nossa morte,
tão terrível e cheia de perigos, quando nossas forças se esgotam e nossos espíritos desfalecem-se e nossos corpos estão exaustos com medo e pena.
 Rogai por nós então, na hora da nossa morte, quando satanás esta trabalhando,
com forças redobradas,
para nos seduzir e nos lançar à perdição.
Rogai por nós na hora da decisão,
quando a morte lançará de uma vez por todas o nosso destino eterno,
será o Céu, (o Purgatório) ou o Inferno.
Venha em auxílio de vossos pobre filhos,
Terna Mãe de piedade.
Advogada e Refúgio dos pecadores,
proteja-nos na hora da nossa morte.
Expulsa para longe de nós Nossos terríveis inimigos,
os demônios acusadores,
que com suas horrorosas presenças enche-nos de pavor.
Ilumina nossos passos no vale das sombras da morte.
Oh Mãe, leva-nos ao trono de julgamento de vosso
FILHO e não nos abandone lá.
Interceda por nós e peça ao vosso FILHO que me perdoe.
Aceitai-nos no número dos abençoados escolhidos no Reino da Eterna glória. Amém – Assim seja”

O Segredo do Rosário - São Luis Maria Grignon de Monfort